Estopim

Álbum.

Estopim

Single Image

SpotifyList.

Letras.

Sobre Viver

Encontrar por trás da escrita teu alçapão
Teu arcabouço revelar
Divago entre sonhos
Delírios falam que talvez
Valha a pena esperar

A imensidão que nos sufoca veio me falar
Que espera sempre mais
O tempo que não volta
Escolta o teu ser
A não voltar pra trás

Além do que eu já vivi
Desculpas parecem tão vãs
Imerso no sonho que eu fiz
Alcanço o amanhã

Infiéis suplicam sonhos bem ao meu altar
Sussurram cada vez mais
Fantasias cegas queimam ao meu querer
Pluralidade incapaz

A escuridão que nos sufoca veio me falar
Da imensidão do teu ser
Sonhos distorcidos a machucar
O que te faz viver

Além do que eu já vivi
Desculpas parecem tão vãs
Imerso no sonho que eu fiz
Alcanço o amanhã

Além do que eu já vivi
Desculpas parecem tão vãs
Imerso no sonho que eu fiz
Alcanço o amanhã
Além do que eu já vivi
Desculpas parecem tão vãs
Imerso no sonho que eu fiz
Alcanço o amanhã

Até o Fim

Quero viver pra te encontrar
Mas uma noite sempre
Para me dizer onde está
Um verso novo vou criando
Metalinguagem se supera no costurar do pano
Um vento sopra a me contar
Teu beijo, onde vou encontrar?
O sonho para clamar os tontos
Me siga e diga aonde vamos
Convicções vão te dizer
Por onde vou para obedecer
Fujo ou fico aqui ou lá?
Corro para te encontrar

E vai ser
Eu já sei
Eu vou chegar até o fim
E você
Me faz lembrar

Sai da minha mente para me guiar
Mais uma noite para deixar de me preocupar
Caminho por onde sei
Perfume e os beijos que amei
Um sentimento para dizer
Onde e como vou viver
O mais alto do soar dos cantos
É a queda que não dimensionamos

E vai ser
Eu já sei
Eu vou chegar até o fim
E você
Me faz lembrar
E você
Me faz crer
Que eu vou chegar até o fim
Se você me encontrar

Em cima do litoral
Eu vou buscar
E encontrar algo de bom

E vai ser
Eu já sei
Eu vou chegar até o fim
E você
Me faz lembrar

E vai ser
Eu já sei
Eu vou chegar até o fim
E você
Me faz lembrar
E você
Me faz crer
Que eu vou chegar até o fim
Se você me encontrar

Evva

Flores num cofre não revelam o quanto quero
Escondo os versos e o que há de bom
Teus sinais tocam meu corpo em silêncio
Um calor em meio ao som

Encaixo no teu corpo
O encaixe está perfeito
Teu toque, beijo, tudo me faz bem
Eu juro que te vejo e penso
Quanto mais vou desejando
Me entregando
E se eu te levo
Se eu te levo daqui
E me entrego
Me entrego evva
Só pra ti

De cama em cama eu vou
Um calor transcendental
Teu rosto me leva
Teu beijo me deixa assim
Eu te quero só pra mim

E te levo
Se te levo daqui
E me entrego
Me entrego evva
Só pra ti

De onda em onda eu vou
Amanheço e o temporal
Te busco
Não acho
Eu sonho em te ter aqui
Eu te quero só pra mim
E só pra mim

E te levo
Se te levo daqui
E me entrego
Me entrego evva
Só pra ti
Te encontrei
Te encontrei
Te encontrei
Te encontrei
Evva
Evva
Evva

Vai Enxergar

Desordem
Carrego para mim
E toda vez que o tempo voa
Corto as asas de um querubim
Dissolve
Carrego bem aqui
E toda vez que o tempo vai
Te vejo bem aqui

Mas acontece que se o tempo vai
Tristeza, melodia e um toque de bom
De bom
E acontece que só tenho pra mostrar
Tristeza, melodia e um toque de bom
De bom

Vai enxergar
Moldar
Insisto para o tempo voltar

Violo teus ditames aqui
Engraçado que sou um capataz
Sugando teu marfim
Descalço
Caco de vidro sim
Basta apenas um erro a mais
Para a pedra, o tiro e o fim

Mas acontece que o tempo vem e traz
Teus erros sussurrando um toque de bom
De bom
O mesmo sol que faz tua sombra girar
É o mesmo que mostra teu toque de bom
De bom

Vai enxergar
Moldar
Insisto para o tempo voltar

Vai enxergar (então me diz o que é bom)
Moldar (tua fala não faz mais)
Insisto para o tempo voltar

Ah, ah
Ah, ah, ah
Ah, ah, ah, ah

Vai enxergar
Moldar
Insisto para o tempo voltar

Vai enxergar (então me diz o que é bom)
Moldar (tua fala não faz mais)
Insisto para o tempo voltar

Estopim

Cobertos por sangue
Seus filhos ligam a tv
Olham um mundo desalmado
Destruído e sem querer
As cartas me dizem
E suplicam por mudança
Porém esbarram em déspotas vestidos de criança

Saberemos a hora e o porque
O povo unido deve fazer
Sua voz nos cantos soar
E fazer dos sonhos um lugar
Acessível para mim e pra você
Onde possamos enfim crescer
E alimentar um bem comum
Transformar uns em um
Uns em um

Oh, oh
Em um mundo de ódio o que salvará é o amor
Oh, oh
Em um mundo de ódio o que salvará é o amor

Cingido por bestas um pai tenta levantar
Ele tem três filhos e uma honra a restaurar
Parece impossível mas ele quer vencer
Bater no peito, chorar, sonhar e dizer
Desde jovem sonhou com algo assim
Guerrilheiros que careciam de um estopim
Suas ideias restaurar
E fazer dos sonhos um lugar
Acessível para mim e pra você
Onde possamos enfim crescer
E alimentar um bem comum
Transformar uns em um
Uns em um

Oh, oh
Em um mundo de ódio o que salvará é o amor
Oh, oh
Em um mundo de ódio o que salvará é o amor

Vídeo.

Resenha.

Produzido e gravado pelo músico/produtor Ruan Cruz (Km4 Produções), o EP conta, além da faixa-título, com as músicas Evva, Sobre Viver, Até o Fim e Vai Enxergar. O lançamento ocorreu no dia 10 de novembro/2017.